domingo, 26 de junho de 2011

Compartilhando novidades com vocês + Receitinhas para começar a semana

Olá lindinhas!!!! Como passaram de fim de semana? Espero que bem.
Por aqui tudo bem, graças a Deus.

Segunda-feira de novidades:
Quero compartilhar com vocês o que anda acontecendo de novo por aqui.
Primeiro: viramos vegetarianos - uhuuu
Segundo: compramos bicicletas e equipamentos para nos exercitarmos de forma saudável e prazerosa
Terceiro: no climinha do mês de junho (amo, amo, amo o frio), fiz um bolo de milho que ficou simplesmente MARAVILHOSO!
Quarto: vegetarianos que somos agora, fiz uma torta de batatas e pimentões que ficou delícia demais.
Fiz também comidinhas árabes que ficaram supimpas: húmus, iogurte, coalhada seca, tabule e ainda deu para fazer requeijão cremoso com parte do iogurte.
Fiz biscoitos de polvilho assado que deu super errado... :/ Nem tudo é perfeito

Pois é. Há muitos anos que programo ser vegetariana. Confesso que mais por pena dos animais que pela saúde mesmo, embora eu já coleciono artigos e leio muito sobre os efeitos nocivos da carne (principalmente a vermelha) no organismo, relacionado a doenças degenerativas como mal de parkison, alzheimer e esclerose múltipla. Depressão, enxaqueca entre outras coisinhas...
Mas o fato é que a compaixão pelos animais foi-se tornando em nojo, literalmente, pela carne... Incrível amar e odiar algo ao mesmo tempo não é? Minha relação com a carne foi assim durante anos a fio: amava o sabor, não passava sem um bifinho de boi bem suculento. Mas sempre na contra mão vinha a consciência do sofrimento dos animais e isso me incomodava demais. Como estou chegando aos quarenta... afff :O e quero ser saudável, vida longa, etc, estou unindo o útil ao agradável. E de tanto me ouvir falar, marido resolveu que seria agora! Pois bem, desde que fui para BH ele parou de comer carne, e como por lá, minha mãe também não consome esse produto, foi "facinho" começar essa empreitada. O melhor de tudo é que está sendo sem sacrifício, não estamos sentindo falta nenhuma, parece que nunca comemos carne na vida! Legal isso, não é mesmo?
Com essa nova medida veio a bicicleta
, que eu e marido amamos (não que uma coisa tenha sido feita em virtude da outra, simplesmente foram acontecendo, naturalmente). É uma forma divertida de se exercitar, já que detestemos academia (eu, com todas as minhas forças rs). Para tanto, faremos parte de um grupo de "bicicleteiros" que se reúnem 02 vezes por semana para andarem juntos pelas ruas de São Paulo e que também fazem passeios para praia, cidades do interior, formado por pessoas bem simpáticas e animadas e que não são atletas, tudo gente normal como nós :P
E para completar o pacote, agora tenho que me virar na cozinha para encontrar e adaptar receitas que não contenham carne. A soja eu já conhecia e gosto muito de fazer hamburguer e bolinhos. Como amamos comida árabe, essa semana ataquei de húmus, tabule, iogurte e essas delícias. Haja imaginação e criatividade... Mas tá valendo, estou animada e motivada e isso é ótimo.

Como hoje é segunda-feira, vou colocar as receitinhas árabes que fiz, todas fáceis, saudáveis e sem carne, lógico e também da torta de legumes! Só não fotografei, pois foi uma semana corrida e teria que preparar os pratos para ficarem bem na foto e realmente não dava mesmo. Mas GARANTO que ficou tudo ótimo.

Húmus: eu bati no liquidificador 02 caixas de grão de bico (mas pode fazer daquele do pacote, deixar de molho, panela de pressão, etc... eu optei pela praticidade), 02 dentes de alho, 02 colheres de sopa de molho de gergelim (encontrado facilmente nos supermercados perto dos molhos de soja e inglês), suco de um limão e azeite. Bata tudo e quanto mais bater, melhor fica. Depois acerte o sal e na hora que for comer coloque mais azeite. Coma com o tabule, com saladas, com pão sírio.
Nós comemos com o pão light Rap 10 da pullman, que esquentei um pouquinho na sanduicheira, tabule e coalhada seca.

Tabule: 02 xícaras de trigo para quibe, folhas de hortelã, cebolinha, cebola ralada, azeite, limão, sal.
Cubra o trigo com água e deixe de molho por mais ou menos 30 minutos (depois de tê-lo lavado como se lava arroz, para sair alguns ciscos, e depois de ter catado, se necessário e escorra). Depois desses 30 minutos de molho, aperte num pano de prato limpinho para sair o excesso de água.
Tempere com limão (aqui, amamos azedinho, então coloco bastante, mas fica a gosto), folhas de hortelã (coloco bastante também, pois acho que faz toda a diferença) e cebolinha bem batidinha, cebola ralada (meia cebola grande), um pouco de sal (coloco o mínimo, pois não gostamos muito de sal) e rego com bastante azeite extra virgem (que é o diferencial dessa receita) e sirvo beeeem depois, para que pegue o sabor dos temperos. Costumo fazer mais cedo e sirvo no jantar.

Iogurte natural caseiro: aprendi essa receita há anos, com minha mãe. Na minha opinião, fica mais gostoso que o comprado em supermercado e ainda por cima rende bem. Mas, infelizmente, vou logo avisando: não dá certo com leite desnatado, fica um horror. Já tentei mais de uma vez, sem chance.
01 litro de leite integral, 01 potinho de iogurte natural integral de qualquer marca.
Ferva o leite. Desligue. Quando atingir a temperatura de 40 graus, está na hora de colocar o iogurte comprado pronto para talhar o leite. Misture bem, desfazendo qualquer pelotinha, coloque em uma vasilha, de preferência com tampa (eu usei um marinex), "embrulhe" num pano e coloque em um local ao abrigo da luz e de corrente de vento. Eu coloco ou dentro do microondas ou dentro do forno do fogão. Deixe de um dia para o outro. No dia seguinte é só colocar para gelar e saborear da maneira que quiser. Com salada de frutas é delicioso. Mas puro também é demais.
Agora que vc já fez o primeiro, basta guardar um copinho desse seu iogurte e será seu coalho para a próxima vez que for fazer. E não precisa comprar mais o iogurte pronto. Basta lembrar de tirar o coalho cada vez que fizer.
OBS: para saber a temperatura ideal (+- 40 graus) de se colocar o coalho no leite, como eu não tenho termômetro, faço assim: com o dedo limpo, coloco-o no leite e se aguentar ficar com o dedo por 10 segundos, está na temperatura certa e posso colocar o coalho.

Torta de legumes: essa eu não darei a receita não... Darei o caminho hehe: vá no blog da Alessandra Rigazzo, tome uma Chávena de chá com ela e faça a receita!
Eu fiz a minha versão: no lugar dos brócolis (só no yakissoba) e mandioquinha (marido não suporta mesmo!), coloquei pimentões das três cores, tomates sem pele e sem semente e cebola. Ao invés de requeijão de bisnaga eu usei creme de ricota tirolez e ao invés de fatias de chester picado eu usei queijo muçarela em cubinhos. Mantive o creme de leite e a muçarela ralada na última camada, como no site da Alessandra e abusei do orégano, que amamos. Ficou muuuito gostoso.

Espero que aproveitam essas idéias.

Meninas, que post loooongo. Mas não poderia deixar de compartilhar com vocês, amigas virtuais, companheiras de quase todos os dias.
Desejo a todas uma semana abençoadíssima,
repleta de amor, carinhos e abraços.

Beijinhos carinhosos,



Este artigo pertence ao blog JoartFlores. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal.

8 comentários:

Heddy disse...

o bom é isso.sermos livres para fazermos nossas escolhas, não é? se vc está feliz e melhor, é o que importa.è com certeza uma bela opção de vida saudável ,e desintoxicada rs.
parabéns. bjs

Luciana disse...

Puxa que coisa bacana,meus parabéns.
Quanta coisinha gostosa hein?Me deu água na boca,as mãozinhas trabalharam sem parar rsrsrsrs.
Não sou vegetariana,mas adoro um matinho,um legumes é tudo de bom.
Tenho uma receita de strogonofe de berinjela que é uma coisa maravilhosa se você quiser me mande um email e envio para você a receitinha.
Tenha uma ótima semana beijos

Káthia Marchand disse...

Jô!!!!

Sem dúvidas, meus parabéns!
Eu não como mto a carne vermelha mesmo. Não dou daquelas que adoooora uma costela, ou coisa assim.

Vez ou outra eu lembro que existe e então como.
Que bom né?

Na verdade, o que está pegando para o meu lado, é mesmo a gordura e os açucares!
Mas, já estou fazendo dieta e com acompanhamento médico.
Não é fácil para quem comeu de um tudo todo o tempo.

Mas, vou me adaptar! Espero!!!!

Adorei a sua atitude, meus parabéns mesmo!!! Essa luta tem mais é que contagiar as pessoas.
Espero chegar a esse ponto!

Um beijo enorme!

Elisangela disse...

Que bacana Jo. Realmente ser vegetariano é uma opção de vida e bom é que vcs ganharão muito mais saúde com todas essas mudanças.Parabéns pela iniciativa de mudança de vida.

Beijos
http://ursulinodecor.blogspot.com

Sherol Vinhas disse...

Olha que coincidência?Ontem estava vendo um documentário de um culinarista carnivoro,que se hospedava em um mosteiro vegetariano na Índia.Ele é super elétrico, e os monges diziam que a carne deixa o homem mais irritado e elétrico. Lógico que o chef não acreditou, mas com dois dias já começava a perceber a sua calma e relaxamento estranhos que nunca havia acontecido com ele hehe.Um dia acho que ainda vou conseguir ser uma vegetariana completa,e bicicleta já o meu exercício preferido.Amo bicicletar rsrs
Beijos e boa sorte nesta novo meio de vida que acho que vai fazer vocês viverem muito mais e melhor.

Fabiana Tardochi disse...

Adoro comida árabe Jo, e faço com frequência aqui em casa pq todos gostam, além de ser sempre muito fácil preparar.
Ainda não cortei a carne totalmente aqui em casa. Mas comemos bem pouco, de 2 a 3 vezes na semana. Como tenho criança acho difícil cortar mesmo.
Achei super legal o lance da bike. Meu marido é ciclista a mais de 20 anos e cuida da saúde e da forma física pedalando 4 x na semana. Ele já correu profissionalmente também. Ele chega a fazer 100Km de pedalada no sábado rsssss.
Não esqueça de usar os equipamentos de segurança, ok.
Beijos

Casa de Lola disse...

Oi Jo,
parabéns pela coragem em tomar essas decisões, que com certeza são ótimas, mas não vamos negar que não são fáceis de manter.
Amiga te desejo muita força e com essa sua vontade sei que vc vai conseguir levar essa nova vida numa boa.
Beijos
Lola BH

Alessandra Rigazzo disse...

A ideia dessa torta é essa mesmo, fazer do nosso jeitinho!
Que bom que deu certo!
Essa semana comi num restaurante árabe, marido e eu amamos muito!
Vou testar suas receitas.

bjo