sexta-feira, 15 de abril de 2011

E chegou a sexta-feira!!!

Olá meninas!
Mais uma sexta-feira e como vocês sabem, por aqui é dia dos bichinhos
mostrarem seus fucinhos.

Estava devendo algumas apresentações.
Primeiro quero apresentar o Caio:

Ele é o que aparece na minha foto do perfil, no meu colo. Na verdade ele não é meu, é do meus sogros. Mas vem aqui em casa de vez em quando e quando ele era mais novinho saíamos com ele para passear em parques, no Petshop Marginal e na Cobasi (cachorreira eu? Não!!! Eu e marido! rs). Mas depois que a Lola apareceu aqui, ele ficou meio enciumado e desce bem menos, tadinho, magoou... :/
Mas, sem dúvidas, é um amado, fofo e pra lá de meigo. A única coisa que sabe fazer na vida: agradar. Ama uma bolinha de meia velha, e detesta ração. É uma dificuldade para comer. Nem sei de onde ele tira tanta energia. Ama meu sogro, dorme com ele e é seu fiel escudeiro. Ama também, muito, a Tia Nadir. Fica doidinho quando ela toca a campainha. Aí ele corre para avisar a mamãe dele que tem gente no portão. Como todo cãozinho: só falta falar.

Saindo de São Paulo e voltando a BH.
Quero apresentar o Rick:
Ele é o fiel companheiro e amigo da minha mãe. Ele só respira porque minha mãe existe. Sem exageros: é o chicletinho, a sombra da minha mãe. Causa-nos, inclusive, muita preocupação. Pois é mesmo de impressionar a paixão e o amor que ele tem por ela. E, claro, ela por ele. Ele é um grande meninão. Brinca o tempo todo, muito engraçado, sem frescuras, divertido, animado e feliz. Também cumpre sua função na terra: agradar, agradar, agradar. Sim, pois mesmo amando minha mãe dessa maneira absurda, ele agrada a todos. Vive cuidando da minha irmã e seguindo ela e a mim quando ainda morava lá. Meigo, carinhoso, amigo, fiel, companheiro, fofo e gostoso. Ama passear de carro e a pé, e agora está com a mania de subir as escadas para o andar de cima para visitar a Nina, coocker dos vizinhos. Que por sinal é linda linda linda!
Ama ração (pede e avisa quando acaba) e banana
- fica sentadinho ao lado da fruteira aguardando alguém "se tocar" e dar uma para ele, aos pedaços, inteira não come não... E agora, com o passar dos anos e chegando a idade, ele está ficando todo manchadinho da cor ferrugem, o veterinário falou que é assim mesmo, provavelmente na genética dele, tem essas cores, afinal, ele sempre foi mais bege que branco, ao contrário do Caio que é branquíssimo.
Mas essa manchinha no topo da cabeça foi tinta para cabelo acaju que pingou... Também, ele fica debaixo da minha mãe, esteja ela costurando, pintando, cozinhando, bordando, dormindo, etc etc etc, admiro muito de nunca ter ocorrido antes um desastre desses... Acabou combinando com as outras manchinhas :P Queridas, tenham um final de semana abençoado, repleto de alegrias, muita união em família, compreensão, perdão e amor, amor, amor.
Que Deus esteja sempre em seus lares e em seus corações.
Beijinhos mil!
Carinhosamente,

Lola, ajudando em meus arranjos... Meu chaveirinho

6 comentários:

Gaby disse...

Oi Jo,
Amei esses post, vc não sabe o tamanho do amor que tenho por cachorros, tenho 4 em casa 1 só eu comprei os outros todos adotados inclusive peguei da rua mesmo.
Também uma sombra que é a July fica atraz de mim onde vou, quando contou sobre sua mãe com o Rick me lembrei de mim e a July, igualzinho.

Bjs Jo e bom fim de semana.

Vanessa disse...

Oh, my!!!! Jô
Agora eu consegui........kkkkkkkk
Esses nossos blogs as vezes dão tilti mesmo, ou será que deu em mim....kkkkk
Bjssss, tô te seguindo!

Pepa disse...

Oi Jô, é a Vi, sua Lola parece com minha Tossa, ela andou doente, rins policisticos, problema genetico dessa raça, nem sabia...,agora tenho que dar comida na boquinha dela...
Tinha uma cachora que tbem comia banana picadinha.
E a tuica só gosta de passear de carro, a pé cansa e logo pede para ir no colo.
Beijo,bom fim de semana,Vi

^.^ Ana Clara ^.^ disse...

Jô querida, que linda postagem para uma sexta-feira!!! Amei saber mais sobre os amados pimpolhos!
De fato, essas crianças só fazem Amar,na sua expressão mais cara da palavra!
A Lara também adora banana, assim, em pedaços e na boquinha!
Ficou um charme o pingo de tinta, combinou com as outras manchinhas. Tadinho, tá ficando velhinho e "enferrujando"!
Lindos os amores da família!
E, lógico, a linda Lola, nos avistando em sua timidez!
Beijos e bitocas, carinhos mil, tenham um lindo fim de semana vocês também!

Gata Lili disse...

Eu estava vendo que vc tem um poodle. Minha avo tem uma e ela usa uma ração da Total Alimentos que não deixa a boca manchada. Ela antes usava a da Pedigree. Só uma dica!

Anita disse...

Oi Jo, uma gracinha todos os pets. Adorei a história da manchinha da cabeça, da tinta da sua mãe que caiu, rs. Bjssssss.